Chance Warmack muda algo na OL de Seattle?

Photo by NFL

Os Seahawks assinaram com o OG Chance Warmack por um ano com valores não divulgados. O ex Titans e Eagles foi escolha de primeira rodada no draft de 2013. Finalmente a OL foi notada como problema para o jogo de Seattle, mas afinal nessa free agency os seahawks estão contratando em qualidade ou quantidade? Para este que vos escreve nenhum dos nomes até agora chega como uma real mudança para o nosso jogo, o que realmente muda são apenas os nomes.

Warmack começou todos os 46 jogos em que jogou nas três primeiras temporadas com os Titans. Em sua quarta temporada, Warmack sofreu uma lesão no tendão que levou à cirurgia na mão, então ele entrou no free agency depois de jogar em apenas dois jogos em 2016.

Warmack foi para o Philadelphia Eagles em 2017. Ele jogou principalmente como reserva, mas fez três partidas como titular durante a pós-temporada e ganhou o anel de campeão, quando Philadelphia derrotou o New England Patriots no Super Bowl LII.

As lesões desde a época do college em alabama definitivamente fazem com que este jogador tenha um baixo desempenho na NFL. Warmack é um nome que apesar de já ter sido campeão do SuperBowl não soluciona nenhum dos problemas de nossa OL, com um numero de faltas até que baixo 21 na carreira, ele não consegue bloquear efetivamente, não costuma sair bloqueando para o jogo corrido e em muitas jogadas parece estar alienado.

Se Seattle tiver pagado mais de 3 milhões por ele é um grande exemplo de dinheiro jogado fora. A pergunta que fica é porque não juntar esses pequenos e trazer algum jogador que mude efetivamente nossa OL? Muitas vezes quantidade não é o mesmo que qualidade. E só para te lembrar Justin Britt ainda não foi cortado e irá receber um baita bônus prejudicando nosso Cap mais ainda.

Deixe uma resposta