Habemus Defesa, Habemus Pass Rush…12’s, vocês estão livres pra ter duas semanas de sonho.

Fala rapaziada do ProSeahawksBR, que noite hein, que noite.

 

No maior jogo da temporada até o momento, no mais empolgante MNF que nós já vimos, e sem dúvida, no nosso grande jogo desde aquele Packers at Seahawks naquela célebre final de conferencia há 4 anos, ontem fomos a Santa Clara e derrubamos o ultimo invicto, rival histórico, 49ers, que contando com um excelente elenco, com peças únicas em todas as unidades, não foi páreo para os Seahawks versão primetime, outro show

 

Mas venho aqui pra falar rapidamente sobre uma coisa de suma importância, que precisa ser mencionada, sobretudo nesse período de bye, onde pressupõe-se um período de descanso seguido de ajustes, nossa defesa, como já estamos carecas de saber, não vinha bem, na verdade vinha muito mal, exceção feita a jogadores pontuais, como Shaquill Griffin, Tre Flowers, Jadeveon Clowney e como sempre Bobby Wagner, que vinham tendo atuações entre o regular e o ótimo semana a semana, nossa unidade definitivamente despertava preocupação, entrou pro jogo de ontem como a 24th em jardas cedidas, como a 29th em sacks e como uma das piores em pressão ao QB adversário, números ruins pra equipes que tem pretensão de ir longe em janeiro, e de certa forma não condizente com um time de record 7-2, apesar de sabermos o motivo, o que engrandece ainda mais a temporada de nosso signal caller, mas isso é assunto pra outro post

 

Enfim, chegamos ao ponto que quero tratar aqui nessas linhas mal escritas, que atuação, que performance defensiva tivemos ontem na California.

 

Tínhamos o seguinte cenário, San Francisco possuía ate então  o 7th melhor ataque em pontos, e um dos melhores times correndo com a bola tendo uma media de 150jardas por jogo, por outro lado Jimmy Garoppolo ostentava os seguintes numeros em 16 jogos sob as chamadas de Kyle Shanahan, 333 of 493 (67.5%) 4084 jardas (8.3 Jardas por tentativa) , 25 TDs, 15 INTs, 97.11 QBR, 3 4th viradas no ultimo quarto, 3 jogos com drives da vitoria e um record 14-2. Pomposo não? assustador até.

 

Isto posto, qual era a maior probabilidade, o ataque versátil e eficaz de Shanahan atropelar nossa defesa com problemas de Ken Norton Jr ou nossa unidade obliterar o ataque adversário jogando em casa e defendendo a invencibilidade e como melhor time da liga até o momento? as odds eram grandes a favor da primeira hipótese, e a banca foi quebrada!

 

Com uma das melhores atuações defensivas de Seattle desde os tempos áureos da grande defesa do início da década, nos viramos a mesa e trouxemos a vitoria. tendo o pass rush como carro chefe, em nenhum momento JimmyG teve paz, pressão pelo interior da linha, pressão pelo externo do pocket, sem tempo, sem sossego, nossa maior deficiência, finalmente acordou na temporada, e precisamos frisar, 49ers tem uma bela linha ofensiva , e no jogo de ontem contou com a volta do excelente mas já veterano Joe Staley, um dos melhores LTs dos últimos 10 anos no jogo, e do ótimo segundo anista escolha  alta de 1st round, Mike McGlinchey, RT solido.

 

Foram 5 sacks, passes apressados de Garoppolo que beiraram interceptações, QB hits, secundaria conseguindo jogadas pontuais, foi um baile, sobretudo nas trincheiras, obvio que não limitamos o ataque deles a 0, não foi uma atuação perfeita, mas é justíssimo dizer, que nossa defesa venceu o jogo, nossa defesa nos colocou de volta quando as coisas pareciam estar perdidas, quando nosso vacilante ataque não dava amostras de reação

 

Strip sack de Jarran Reed (bem vindo de volta) fumble recuperado por Clowney, e o TD que nos jogou de cabeça de volta a partida, falando nesses 2, ambos combinaram pra 9 tackles, 2,5 sacks, 7 QB hits, 8 QB pressures & 2 fumbles forçados, UAU! Digna de nota também é a excelente atuação do nosso gordinho Poona Ford, sabemos se tratar de um garoto muito talentoso, um diamante bruto, e o segundo anista não draftado teve ontem sua melhor performance, tackles pra perda de jardas, pressão, fumble recuperado, enfim, foi absurdo também, com um rating de 83.1, terceiro maior do time atras apenas de Clowney com incriveis 90.7 e o excelente Shaquill com 89.2

 

Alias, Clowney teve um jogo monstruoso, simplesmente teremos de desembolsar muito por ele, temos um jogador único, de raríssimo quilate, elite com todas as letras, com extrema inteligencia, causa impacto tanto contendo jogo terrestre, quanto pressionando o QB e até desviando passes, paguem o homem!

 

O que quero passar aqui nesse texto rápido é uma coisa, com a atuação de ontem, não tenho medo em afirmar, que agora, definitivamente, temos um time capaz de chegar ao jogo de fevereiro.

 

Sim, não é só empolgação (é sim!) mas a atuação do nosso pass rush em Santa Clara foi fenomenal, coisa que vemos equipes como os Bears, Broncos, Patriots, Rams, tendo semana a semana, e repito, contra um ataque sólido com uma linha sólida em casa e defendendo invencibilidade, é mais do que suficiente pra nos colocar no radar dos reais contenders.

Obvio, temos Russell jogando em altíssimo nível, mas sabemos que isso por si só não será suficiente, é necessário uma boa defesa, sobretudo um pass rush que incomoda, e se mantivermos o nível, com a semana de descanso, temos tudo pra consolidar a atuação e esse jogo de ontem servir como um ponto de virada na nossa narrativa 2019

(lembremos dos próprios Falcons de Shanahan da temporada 2016, a defesa teve uma evolução absurda na segunda metade da temporada, Vic Beasley teve um fim de ano beirando a perfeição, entrando pra historia até, e com um ataque extremamente habilidoso e complexo (o melhor que já vi) com o MVP, chegaram ate o Superbowl, semelhanças?)

 

Ainda temos problemas a corrigir, nosso box continua confuso marcando rotas que se desenvolvem no segundo nível, nossos LBs tem tido problemas com tackles, nossa secundária ainda comete erros importantes de cobertura e apesar de jogadas de impacto, como essa de Shaquill, talvez a mais importante da partida…

 

 

ainda guardamos falhas em marcação por zona, principalmente em rotas cruzadas, conversões importantes ontem aconteceram nessas falhas de posicionamento e marcação, por outro lado tivemos um ótimo jogo de Quandre Diggs, sendo importante nos tackles com 2 e ainda interceptando um drop ofensivo e correndo 30 jardas pra colocar nosso ataque a beira da marcação, logo, podemos sim sonhar, temos talento, fizemos ajustes pra esse jogo, e a tendencia é a linha de crescimento seguir em frente…

 

mas repito, 2 semanas de descanso são mais do que suficientes, devemos ter ajustes, e seguramente, devemos nos firmar como uma real ameaça, estamos no jogo baby, voltamos ao primeiro escalão da conferencia!

 

Salve a nossa defesa!

 

 

 

 

3 Replies to “Habemus Defesa, Habemus Pass Rush…12’s, vocês estão livres pra ter duas semanas de sonho.”

  1. Robson Sampaio says: Responder

    Quandre Diggs me fez lembrar um pouco na nossa lendária LOB!!! Tackles firmes quando precisou parar o adversário, TOP!!! Espero que continue assim e mostre aos demais como que se faz!!! Se puderem compilem esses lances para ver a semelhança!!!

  2. Jeff Martins says: Responder

    Quando prospecto, muito se falava da qualidade na técnica dos tackles que ele trazia da Universidade do Texas. desenvolveu ela na transição pra posição de Safety.
    Foi uma excelente troca, muitos até hoje se perguntam o que a motivou por parte de Detroit, afinal se tratava de um titular da equipe e peça fundamental na secundaria, provável desgaste no vestiário. Sorte a nossa não é? Ainda vamos presenciar mais otimas performances dele, pode ter certeza, bela adição no elenco!

  3. […] no momento sobre o primeiro, com a vitória na batalha épica de semana passada ( leia sobre aqui) Seattle tem, por enquanto, a vantagem no primeiro critério de desempate (confronto direto) […]

Deixe uma resposta